Skip to content

Nossa História

A Editora

Editora Paris de Histórias

A editora Paris de Histórias surgiu do desejo de oferecer ao público brasileiro um quadro mais rico, amplo e variado da literatura contemporânea de língua francesa, sem perder de vista o que a literatura brasileira também produz de novo, de contemporâneo e de diverso. Sua história é indissociável da de sua fundadora e editora: em 2018, a historiadora brasileira Natalia Bravo mudou-se para Paris. Pretendia cursar pós-graduação em História e, ao mesmo tempo, desenvolver com os turistas brasileiros um trabalho de imersão nos aspectos históricos, artísticos e literários do país. Assim surgia o Paris de Histórias.

A partir de 2020, o projeto ganharia novos desdobramentos: surgiriam as aulas e cursos online, majoritariamente dedicados à história da França, e também o clube de leitura Paris de Histórias, com a proposta de reunir leitores e amantes da literatura de língua francesa. O projeto foi inaugurado com a leitura coletiva de Ernest Hemingway e seu Paris é uma festa.

Mas, afinal, Paris continua sendo uma festa?

Acreditamos que sim.

Uma festa colorida, multifônica, diversa. Nós, da editora Paris de Histórias, pretendemos proporcionar aos leitores a construção de um novo olhar sobre a França, a partir de múltiplas vozes da literatura contemporânea de língua francesa: escritoras e escritores franceses, mas também os que vivem na França e a observam através de outras lentes: mulheres e homens vindos das Américas, da África, do Oriente. Vozes do exílio e da imigração. De uma França que se constitui a partir e através desse diálogo identitário. Pretendemos também abrir as portas do Paris de Histórias para as vozes contemporâneas da literatura brasileira. Por fim, queremos dar visibilidade a alguns grandes nomes femininos da literatura pouco conhecidos do público brasileiro.

editoraparisdehistorias
editoraparisdehistorias2
editoraparisdehistorias4
Abrir Conversa